Startups do COHiTEC selecionadas pelo Horizonte 2020

28.10.2016

Startups do COHiTEC selecionadas pelo Horizonte 2020

As startups Exogenus Therapeutics, ExtremoChem, Pharma 73 e Thelial Technologies, que participaram no Programa COHiTEC, foram selecionadas para financiamento no âmbito do "SME Instrument" - Fase I, um mecanismo do Horizonte 2020 que pretende apoiar empresas com forte potencial de internacionalização a ideias de elevado risco e elevado potencial.

Cada uma destas quatro startups, que integram um lote de doze empresas portuguesas selecionadas na última chamada do "SME Instrument", receberá um financiamento na ordem de 50 mil euros, destinado à construção de um plano de negócios e respectiva implementação.

A Exogenus Therapeutics participou no COHiTEC 2014 e atua na área da biotecnologia, dedicando-se ao desenvolvimento pré-clínico e clínico de terapias inovadoras de base celular na área da medicina regenerativa, especialmente para tratamento de lesões da pele. Encontra-se presentemente a desenvolver o seu primeiro produto, Exo-Wound, para tratamento de feridas crónicas. A empresa teve origem em investigação desenvolvida pelo Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra, pelo Biocant e pela Crioestaminal.

A ExtremoChem participou no COHiTEC 2011 evisa desenvolver e comercializar novas moléculas orgânicas, obtidas por síntese química, que permitem, entre outras aplicações, estabilizar biofármacos, que são medicamentos instáveis à temperatura ambiente. Estes compostos poderão ser utilizados como excipientes, por exemplo, em vacinas, não sendo necessário transportá-las em cadeia de frio. A empresa é uma spin-off da Universidade de Lisboa e da Universidade Nova de Lisboa.

A Pharma 73 participou no COHiTEC em 2010 e tem por objetivo a comercialização de excipientes funcionais com aplicações nas indústrias farmacêutica e de cosmética, os quais permitem obter ganhos significativos de eficiência de produção nestas indústrias. A empresa possui uma tecnologia proprietária de fermentação microbiana, capaz da produção de biopolímeros customizados e com elevada funcionalidade. O projeto tem laços estreitos com a Universidade Nova de Lisboa.

A Thelial Technologies participou no Programa COHiTEC em 2007e é uma startup da área biomédica que descobre e desenvolve compostos para reforçar a força física da superfície da pele, pulmões e trato digestivo. A empresa descobriu compostos com aplicações em diversas áreas terapêuticas, sendo que a primeira aplicação será num tipo de inflamação crónica do esófago.

Mais informações sobre os resultados portugueses da última chamada do "SME Instrument".

 



 

 

Globaz © 2012 . ACT by cotec . TODOS OS DIREITOS RESERVADOS